Lançamentos

OKEY Automóveis > Blog > Lançamentos

Ford Puma

Depois de praticamente abrir mão dos sedãs, a Ford está investindo pesado nos SUVs. Na Europa não é diferente: o Puma, lançado no Salão de Frankfurt, é a mais recente aposta da fabricante para ganhar terreno no segmento de utilitários esportivos compactos.

O nome não é inédito dentro da marca norte-americana: trata-se do xará de um pequeno cupê vendido na Europa de 1997 a 2002. O Puma 2020 aproveita a plataforma B da Ford, a mesma empregada no Fiesta recém-descontinuado no Brasil. Porém, o SUV deriva do hatch vendido na Europa – que está uma geração à frente do “nosso” finado modelo.

 

Novo Chevrolet Cruze Premier chega freando sozinho e com WiFi a bordo

O sedã, que será apresentado oficialmente no começo de setembro – as vendas começam no fim do próximo mês -, ganha o mesmo visual da versão vendida na América do Norte.

Passa, ainda, a oferecer WiFi e frenagem automática de emergência na nova versão Premier — que substitui a LTZ.

Atrás as únicas mudanças foram as lanternas com elementos internos modificados e o friso cromado

Atrás as únicas mudanças foram as lanternas com elementos internos modificados e o friso cromado (Divulgação/Chevrolet)

A GM alega que o Cruze é o primeiro carro com WiFi nativo do mercado, mas pode ser contradita por sua própria história: em 2011 a Chevrolet lançou a série limitada Agile WiFi, que vinha de fábrica com um roteador de internet sem fio.

Por outro lado, a frenagem autônoma de emergência (AEB) é uma estreia bem-vinda e ainda rara no segmento.

Externamente o Cruze 2020 passou por mais mudanças do que o rival Civic. O para-choque frontal foi trocado por uma peça de linhas mais destacadas, com uma entrada de ar maior e o logotipo da Chevrolet reposicionado para a porção mais central da peça.

Os faróis de neblina ficaram mais destacados e contornados por um friso cromado.

Versão hatch Sport6 tem para-choque dianteiro exclusivo

Versão hatch Sport6 tem para-choque dianteiro exclusivo (Divulgação/Chevrolet)

A configuração hatch Sport6, único sobrevivente do segmento — o Golf existe apenas na versão esportiva GTI, que ocupa outro patamar de preço —, ganhou uma peça exclusiva e de perfil ainda mais esportivo, com grades de formato distinto ao usado no sedã.

Os faróis não mudaram e seguem com DRL em leds e opção de facho alto automático na versão Premier.

As mudanças no interior se concentram nos novos equipamentos

As mudanças no interior se concentram nos novos equipamentos (Divulgação/Chevrolet)

Na traseira do Cruze, as lanternas ganharam nova disposição das luzes (mas sem mudar o formato) e a tampa do porta-malas ganhou um friso cromado.

No Sport6 a única alteração ficou por conta das lanternas, pois o para-choque traseiro é o mesmo em ambas as versões.

Para compartilhar

O novo sistema multimídia é capaz de gerar sinal WiFi a partir de um chip da Claro

O novo sistema multimídia é capaz de gerar sinal WiFi a partir de um chip da Claro (Divulgação/Chevrolet)

O sistema multimídia MyLink de nova geração e tela de oito polegadas é o centro das novidades da linha 2020 do Cruze. O equipamento virá de fábrica com um chip da Claro para oferecer acesso à internet 4G por meio de sinais WiFi.

O valor inicial será R$ 29,90 pelo plano de 2 GB com navegação mais música. Haverá, ainda, planos de 5, 10 e 20 GB, a preços ainda não revelados.

Quer colocar um cartão de outra operadora? Má notícia: o chip vem soldado no veículo para garantir que o serviço seja prestado apenas pela Claro.

 O carregador por indução ganhou um revestimento mais fino para receber celulares maiores

O carregador por indução ganhou um revestimento mais fino para receber celulares maiores (Divulgação/Chevrolet)

O conceito é o mesmo usado pelo pioneiro Agile, mas a marca alega que o Cruze incluirá um amplificador de sinal em seu sistema, otimizando a qualidade (e velocidade) da internet.

Por enquanto a marca não revelou o custo do sistema e nem o tamanho da franquia de dados.

 A traseira do Sport6 ganhou apenas lanternas redesenhadas

A traseira do Sport6 ganhou apenas lanternas redesenhadas (Divulgação/Chevrolet)

O novo Cruze também ficou mais democrático com os passageiros, pois seu multimídia é capaz de emparelhar por bluetooth até dois celulares, e passou a oferecer mais uma entrada USB no console central.

 A tela colorida do quadro de instrumentos ganhou um novo layout

A tela colorida do quadro de instrumentos ganhou um novo layout (Divulgação/Chevrolet)

Houve outra mudança pequena, mas que soluciona muitas reclamações que tivemos ao longo de nosso teste de Longa Duração: agora o Cruze passa a ter um botão para desativar o sistema Start-Stop.

Por fim, a câmera de ré passou a filmar as imagens em alta resolução.

Toyota revela dados de potência do novo Corolla híbrido flex nacional

Bebendo só etanol, motor 1.8 quatro-cilindros de ciclo Atkinson renderá 3 cv a mais do que o Prius; sedã começa a ser produzido em agosto
Por Leonardo Felixaccess_time 26 jul 2019, 19h01 – Publicado em 26 jul 2019, 17h48 chat_bubble_outline more_horiz

A Toyota começa a preparar o consumidor brasileiro para a chegada do novo Corolla. Afinal, conforme antecipado por nossa reportagem, a 12ª geração do sedã será produzida em Indaiatuba (SP) a partir de agosto.

O lançamento ocorrerá em setembro, com chegada às lojas até outubro.

Até um hotsite do modelo foi criado, o que inclusive confirmou nossas apurações de que o visual seguirá o padrão do novo Corolla europeu, que QUATRO RODAS já avaliou.

Plataforma TNGA emprestada do Prius deixará o sedã mais baixo e largo
Plataforma TNGA emprestada do Prius deixará o sedã mais baixo e largo (Divulgação/Toyota)

A grande novidade estará na estreia da configuração dotada de um inédito propulsor híbrido flex, ou seja: capaz de beber gasolina ou etanol, ao mesmo tempo em que é auxiliado por um motor elétrico.

Nesta semana, o tal hotsite foi atualizado com uma informação bastante importante: os dados de potência do motor quatro-cilindros 1.8 de ciclo Atkinson que equipará o Corolla híbrido flex brasileiro.

A parte a combustão do motor híbrido flex do Corolla
A parte a combustão do motor híbrido flex do Corolla (Divulgação/Toyota)

Segundo a Toyota, a usina a combustão, em si, gerará 101 cv quando abastecida com etanol, 3 cv a mais do que o Prius rende com a mesma unidade. Assim, muito provavelmente a potência seguirá os já conhecidos 98 cv com gasolina.

Já o motor elétrico mantém os 72 cv já vistos no Prius.

Embora a potência combinada não tenha sido revelada, é possível prever que o Corolla híbrido flex chegará a 125 ou 126 cv com o combustível vegetal, sustentando os mesmos 123 cv do Prius quando abastecido com o derivado do petróleo.

Novo Corolla vem sendo flagrado quase sem camuflagem no Brasil
Novo Corolla vem sendo flagrado quase sem camuflagem no Brasil (Guilherme Barbosa/Quatro Rodas)

Também não há dados de torque, mas novamente o Prius, com seus 14,2 mkgf (combustão) e 16,6 mkgf (elétrico), serve de norte para prevermos que o dado pode se aproximar de 14,5 mkgf com etanol.

Vale lembrar que a Toyota não divulga torque combinado de seus veículos híbridos.

 

Fonte: 4 rodas.

Novo Range Rover Evoque chega híbrido por R$ 322.300

 

O Range Rover Evoque de segunda geração entra em pré-venda no Brasil. As primeiras unidades a chegar são da versão topo de linha R-Dynamic HSE P300, com preço a partir de R$ 322.300, e serão entregues em julho. O motor Ingenium turbo de 2,0 litros obtém 300 cv e torque de 40,8 m.kgf, sendo associado a um auxílio elétrico. A recarga da bateria de 48 volts do sistema híbrido é feita também por regeneração de energia cinética nas desacelerações. A transmissão automática ZF continua com nove marchas e a tração é integral.

 

 

Por dentro, o novo Evoque traz o sistema de áudio  Touch Pro Duo, com duas telas de 10 polegadas, e quadro de instrumentos digital com tela de 12,3 pol. O SUV está com maior distância entre-eixos, para mais espaço para as pernas de quem viaja atrás, e mais espaço no porta-malas (591 litros). Recursos para melhor visibilidade são a tecnologia Clear Sight View, que transforma o retrovisor interno numa tela de alta qualidade, e a Ground View, que simula um capô transparente. Por meio de câmeras na grade dianteira e nos espelhos laterais, o sistema projeta no painel uma imagem de 180 graus da parte dianteira.

 

 

O Evoque usa nova plataforma, a Premium Transverse Architecture ou arquitetura de padrão superior com motor transversal, em lugar da que aproveitava em grande parte a do segundo Freelander. Embora o auxílio elétrico possa produzir 10,2 m.kgf de torque adicional, em geral provê de 2 a 3 m.kgf a fim de compensar o retardo de ação do turbo, reduzir o consumo (em média em 6%) e permitir que o motor seja desligado abaixo de 17 km/h.

O seletor de modos de terreno Terrain Response 2, disponível no Evoque pela primeira vez, permite escolher entre padrões Asfalto, Areia, Grama-Cascalho-Neve e Lama-Buracos, além do modo automático, que seleciona o modo mais apropriado para as condições, ajustando tração, suspensão e trocas de marchas. Outros itens da versão inicial são câmera traseira, controlador de distância à frenteassistente de faixa, frenagem autônoma de emergência, monitor de atenção do condutor, ajuste elétrico do volante, assistente de descida, rodas de 20 pol e faróis de leds.

Lançado em 2011, o Evoque representou o maior sucesso em vendas da Land Rover nas últimas décadas. Até hoje, mais de 750 mil unidades do modelo foram vendidas em todo o mundo, sendo 27 mil no mercado brasileiro.

 

Fonte: http://bestcars.uol.com.br/bc/informe-se/noticias/novo-range-rover-evoque-chega-hibrido-por-r-322-300/

NEED A HAND TO FIND YOUR CAR?

Contact Us
Entre em Contato